Tutorial Ruby on Rails: tudo que você precisa saber sobre aplicativos da Web

Este Tutorial Ruby on Rails fornecerá um conhecimento profundo sobre o Rails Framework e ajudará você a construir um aplicativo da web do zero.

Milhões de empresas usam a Internet como um canal de comunicação de baixo custo. Ele permite que eles troquem informações com seu mercado-alvo e façam transações rápidas e seguras. Frameworks são bibliotecas que ajudam a desenvolver seu aplicativo de forma mais rápida e inteligente. é uma das estruturas de aplicativos da web mais extremamente produtivas. Este tutorial Ruby on Rails fornecerá um conhecimento profundo sobre a estrutura de aplicativos da web.

Os seguintes tópicos são abordados neste tutorial de Ruby on Rails:





O que é Ruby on Rails?

Ruby on Rails- edurekaRuby on Rails, também conhecido como Rails, é um servidorframework de aplicação web escrito na linguagem de programação Ruby. É uma estrutura de controlador de visualização de modelo que fornece uma estrutura para um banco de dados e páginas da web. Pode-se desenvolver uma aplicação pelo menos dez vezes mais rápido com Rails do que um típico estrutura.



Vamos seguir em frente com o tutorial Ruby on Rails e descobrir mais razões para usar este framework.

Por que usar Ruby on Rails?

o a estrutura da web vem com recursos para facilitar o desenvolvimento da web do lado do cliente e do lado do servidor. Ele fornece a estrutura básica exigida pelos desenvolvedores para criar páginas da web, serviços da web e bancos de dados. Além disso, permite que os desenvolvedores criem interfaces de usuário combinando , CSS, e XML. Vamos dar uma olhada em algumas das razões pelas quais devemos escolher Ruby on Rails em vez de outros frameworks:

  • É perfeito para tecnologias da web
  • Economiza dinheiro
  • Poupa tempo
  • Comunidade ativa e útil
  • Crie seus próprios aplicativos Plug & Play
  • Usado por grandes empresas

Agora que sabemos por que devemos preferir Ruby on Rails mais do que outros frameworks, vamos prosseguir com nosso tutorial Ruby on Rails e saber sobre a linguagem de programação em que ele está escrito.



Introdução ao Ruby

Ruby é uma linguagem de programação dinâmica e de código aberto com foco na simplicidade e produtividade. Possui uma sintaxe elegante, natural de ler e fácil de escrever. Em Ruby, absolutamente tudo é um objeto, o que significa que tudo opera no mesmo paradigma de envio e recebimento de mensagens.

Vamos prosseguir com nosso tutorial Ruby on Rails e dar uma olhada em algumas das vantagens da linguagem de programação Ruby.

Vantagens do Ruby

Ruby é frequentemente recomendado para iniciantes porque é fácil de usar e dominar. Outra razão é que ele vem com uma longa lista de benefícios quando comparado a outros idiomas. istoé uma das linguagens de programação mais populares e capacita muitos aplicativos em expansão. Vamos dar uma olhada em algumas das vantagens da linguagem de programação:

Simplicidade - A sintaxe do Ruby é muito simples e legível. Ele permite que os desenvolvedores Ruby façam mais com menos código. A legibilidade também torna o Ruby quase autodocumentado e reduz a carga de escrever comentários separados ou texto de ajuda para os desenvolvedores.

Desenvolvimento mais rápido - O desenvolvimento da Web com Ruby on Rails é mais rápido devido à orientação a objetos da linguagem de programação Ruby. uma linha de código em Ruby pode valer seis linhas de código Java às vezes. Ele oferece uma infraestrutura poderosa desde o início e poupa tempo e esforço consideráveis ​​para que os desenvolvedores criem uma do zero.

Fácil manutenção e atualizações de código - Ruby é conhecido por sua estabilidade e previsibilidade. É muito fácil modificar o código existente e adicionar novos recursos a um site. Isso é particularmente valioso para projetos de longo prazo e startups.

Custo-benefício - Ele pode ser executado no código-fonte aberto Linux e funciona bem com muitos servidores da web e bancos de dados gratuitos. Todo o processo de desenvolvimento e atualizações de código são executados mais rapidamente. assim, os proprietários de negócios tendem a gastar menos dinheiro no desenvolvimento de seu site e sua atualização.

Agora que você conhece algumas das vantagens da linguagem de programação Ruby, vamos seguir em frente com nosso Tutorial Ruby on Rails e verificar alguns dos frameworks populares de Ruby.

Frameworks de Ruby

As expressivas regras de sintaxe do Ruby permitem que os programadores construam aplicativos da web escrevendo um código fácil de ler. Muitos desenvolvedores até optam por Ruby para criar protótipos sem colocar tempo e esforço extra. Mas os desenvolvedores não podem escrever aplicativos da web grandes e complexos em Ruby sem aproveitar as estruturas da web. As ferramentas, bibliotecas e utilitários fornecidos pelas estruturas da web Ruby permitem que os programadores escrevam aplicativos da web de acordo com diversos requisitos de negócios.

Alguns dos famosos Ruby Frameworks incluem:

  • Ruby on Rails
  • Rodas
  • Sinatra
  • Cuba
  • Hanami
  • Queimada
  • Blazer de trilha

Então, vamos seguir em frente e focar em um dos frameworks mais populares de Ruby e saber mais sobre o Framework Rails neste tutorial Ruby on Rails.

Ruby on Rails

Ruby on Rails é a estrutura da web mais popular para a linguagem de programação Ruby. A estrutura da Web full-stack vem com recursos para facilitar o desenvolvimento da Web do lado do cliente e do lado do servidor. Ele fornece a estrutura básica exigida pelos desenvolvedores para criar páginas da web, serviços da web e bancos de dados.

Agora vamos seguir em frente com nosso tutorial Ruby on Rails e listar algumas das razões pelas quais Rails é escolhido entre centenas de outras linguagens de programação.

Benefícios do Ruby on Rails

  1. Forte adesão aos padrões - Uma das vantagens mais notáveis ​​do Ruby on Rails é um forte respaldo de padrões da web para todas as partes de um aplicativo, desde a interface do usuário até a transferência de dados. Isso torna o idioma muito mais fácil para iniciantes aprender e muito mais agradável para profissionais usarem. Não apenas isso, mas também minimiza a quantidade de código que você precisa escrever para implementar um recurso.
  2. Comunidade enorme e ativa - Cerca de 10% dos sites mais populares do mundo usam Ruby on Rails, o que o coloca entre as 3 ferramentas de desenvolvimento web mais usadas. Há uma enorme comunidade de desenvolvedores RoR no e centenas de diferentes joias e bibliotecas úteis criadas pela comunidade que você pode usar como parte de seu próprio software.
  3. Eficiência de tempo - Existem centenas de ferramentas em Ruby on Rails que podem acelerar e simplificar sua experiência geral de codificação, bem como poupar seu tempo com tarefas simples, mas demoradas. Basicamente, isso significa que você pode ganhar mais dinheiro no mesmo período de tempo.
  4. Popularidade entre as grandes empresas - A maioria das grandes empresas com analistas profissionais tomam boas decisões sobre as ferramentas que usam em seus projetos. Ruby on Rails definitivamente ganhou essa reputação, pois há muitos projetos realmente enormes que ainda o usam. Algumas das grandes empresas incluem GitHub, Airbnb, shopify etc.

Agora vamos seguir em frente com nosso Tutorial de Ruby on Rails e descobrir algumas das principais tarefas realizadas pelo Rails durante a construção de um aplicativo.

Framework Rails

Uma estrutura é um programa, conjunto de programas e biblioteca de código que grava a maior parte de seu aplicativo para você. Quando você usa uma estrutura, seu trabalho é escrever as partes do aplicativo que fazem com que ele faça as coisas específicas que você deseja. Ao se preparar para escrever um aplicativo Rails, é importante realizar três tarefas principais, como:

  1. Descreva e modele o domínio de seu aplicativo - O domínio é o universo do seu aplicativo. O domínio pode ser uma loja de música, uma universidade, um serviço de encontros, um catálogo de endereços ou um inventário de hardware. Então, aqui você tem que descobrir o que está nele, quais entidades existem neste universo e como os itens nele se relacionam entre si. Isso é equivalente a modelar uma estrutura de banco de dados para manter as entidades e seus relacionamentos.
  2. Especifique o que pode acontecer neste domínio & minus O modelo de domínio é estático e temos que torná-lo dinâmico. Os endereços podem ser adicionados a um catálogo de endereços, partituras musicais podem ser compradas em lojas de música e os usuários podem fazer login em um serviço de encontros. Você precisa identificar todos os cenários ou ações possíveis dos quais os elementos do seu domínio podem participar.
  3. Escolha e projete as visualizações publicamente disponíveis do domínio & minus Neste ponto, você pode começar a pensar em termos de navegador da web. Depois de decidir que seu domínio tem alunos e que eles podem se registrar para as aulas, você pode imaginar uma página de boas-vindas, uma página de registro e uma página de confirmação, etc. Cada uma dessas páginas, ou visualizações, mostra ao usuário como as coisas ficar em um certo ponto.

Com base nas três tarefas acima, Ruby on Rails lida com uma estrutura Model View Controller. Então, vamos seguir em frente com nosso tutorial Ruby on Rails e descobrir mais sobre o MVC Framework.

Ruby on Rails MVC Framework

o Controlador de visualização de modelo princípio divide o trabalho de um aplicativo em três subsistemas separados, mas intimamente cooperativos.

  • Modelo (ActiveRecord) - Mantém o relacionamento entre os objetos e o banco de dados e lida com validação, associação, transações e muito mais. Este subsistema é implementado na biblioteca ActiveRecord, que fornece uma interface e ligação entre as tabelas em um banco de dados relacional e o código do programa Ruby que manipula os registros do banco de dados. Os nomes dos métodos Ruby são gerados automaticamente a partir dos nomes dos campos das tabelas do banco de dados.
  • Visão (ActionView) - É uma apresentação de dados em um formato específico, desencadeada pela decisão de um controlador de apresentar os dados. Eles são sistemas de template baseados em script, como JSP, ASP, PHP, e muito fáceis de integrar com a tecnologia AJAX. Este subsistema é implementado na biblioteca ActionView, que é um sistema baseado em Embedded Ruby (ERb) para definir modelos de apresentação para apresentação de dados. Cada conexão da Web com um aplicativo Rails resulta na exibição de uma visão.
  • Controlador (ActionController) - A facilidade dentro do aplicativo que direciona o tráfego, por um lado, consultando os modelos para dados específicos e, por outro lado, organizando esses dados em um formulário que se adapta às necessidades de uma determinada visualização. Este subsistema é implementado em ActionController, que é um corretor de dados situado entre ActiveRecord e ActionView.

Agora que você sabe o que é Ruby on Rails e por que devemos usar este framework, vamos seguir em frente e dar uma olhada no processo de instalação de Ruby e Rails.

Etapas de instalação

Para desenvolver um aplicativo da web usando Ruby on Rails Framework, precisamos instalar o seguinte software primeiro:

  • Rubi
  • O Rails Framework
  • Um servidor web
  • Um sistema de banco de dados

Rails funciona com muitos sistemas de banco de dados, incluindo MySQL , PostgreSQL, SQLite, Oracle, DB2 e SQL Server. Consulte o manual de configuração do sistema de banco de dados correspondente para configurar seu banco de dados.

Instalação do Rails no Windows

Etapa 1: Instale o Ruby

baixe um pacote de instalação derubyinstaller.org. Segue o baixar link e execute o instalador resultante. Você pode instalar a última versão disponível do Ruby com um único clique. É um pacote muito pequeno e você obterá RubyGems também junto com este pacote. Após a instalação, você também pode verificar a versão digitando ruby -v no prompt de comando.

Etapa 2: instalar o Rails

Com o Rubygems carregado, você pode instalar todos os Rails e suas dependências usando o seguinte comando através da linha de comando & minus

C:> trilhos de instalação do gem

Etapa 3: verificar a versão dos trilhos

Use o seguinte comando para verificar a versão dos trilhos.

C:> rails -v

Resultado

Rails 5.2.2

Depois de concluir as etapas acima, você instalou com sucesso o Ruby on Rails sobre o Windows.

Agora que você tem uma ideia do Ruby on Rails Framework e como instalá-lo, vamos seguir em frente com nosso tutorial Ruby on Rails e entender uma implementação simples de construção de uma página da web usando o framework.

Construindo uma página da Web usando Ruby on Rails (Demo)

Aqui, usaremos o PostgreSQL como nosso banco de dados. É uma escolha popular entre a comunidade Ruby On Rails. Primeiro você deve navegar até o diretório onde deseja salvar seu projeto e abrir o prompt de comando.

Para gerar um novo aplicativo, execute o seguinte código:

rails new collabfield --database = postgresql

Com isso, geramos com sucesso nosso novo aplicativo e podemos navegar para o novo diretório usando o seguinte comando:

cd Collabfield

Quando estivermos dentro do diretório, podemos executar o aplicativo usando o seguinte comando:

trilhos s

Com isso, iniciamos nosso aplicativo e agora você deve abrir o navegador e acessar http: // localhost: 3000 onde você encontrará a página de boas-vindas do Rails.

Agora vamos mudar a página de boas-vindas do Rails para nossa página inicial e para isso precisamos gerar um novo controlador chamado pages usando o seguinte comando:

páginas do controlador rails g

Vamos usar este PagesController para gerenciar nossas páginas especiais e estáticas. Podemos usar o Notepad ++ ou o texto Sublime para abrir o arquivo pages_controller.rb.

como usar substring em java
app / controllers / pages_controller.rb

Quando abrimos pages_controller.rb, vemos o seguinte:

classe PagesController 

Todos os controladores que criamos serão herdados da classe ApplicationController. Assim, todos os métodos definidos dentro desta classe estarão disponíveis em todos os nossos controladores.

Definiremos um método público denominado index, para que possa ser chamado como uma ação:

classe PagesController 

Agora vamos definir uma rota para que Rails saiba qual controlador e sua ação chamar quando abrirmos nossa página raiz. Abra um arquivo routes.rb em app / config / routes.rb e insira a seguinte linha:

root para: 'pages # index'
Rails.application.routes.draw do root para: 'pages # index' end

Agora vamos criar um novo modelo para nossa ação de índice. Vá para app / views / pages e crie um arquivo index.html.erb dentro deste diretório. Dentro deste arquivo, podemos escrever nosso código HTML + Ruby embutido normal.

  

PARA Ruby on Rails exemplo de página da web.

Casa Ligação Ligação Ligação

Sobre mim

Foto de mim:
Imagem

Algum texto sobre os serviços que me abandonam em minhas mentes moles de culpa

Mais Texto

O consumidor de Lorem ipsum é Sme.

Imagem
Imagem
Imagem

TÍTULO DO TÍTULO

Descrição do título, 7 de dezembro de 2017
Imagem

Algum texto..

É calmante para a alma, que é culpa daqueles que estão nos escritórios de minha labuta, eles abandonaram a consectetur adipiscing elit geral, sed tempor e vitalidade, para que o trabalho e tristeza, algumas coisas importantes para fazer eiusmod. Com o passar dos anos, quem nostrud exercita, o distrito escolar.


TÍTULO DO TÍTULO

Descrição do título, 2 de setembro de 2017
Imagem

Algum texto..

É calmante para a alma, que é culpa daqueles que estão nos escritórios de minha labuta, eles abandonaram a consectetur adipiscing elit geral, sed tempor e vitalidade, para que o trabalho e tristeza, algumas coisas importantes para fazer eiusmod. Com o passar dos anos, quem nostrud exercita, o distrito escolar.

Rodapé

Para saber mais sobre HTML: ***Clique aqui***

Agora, quando voltarmos para a nossa página inicial, ela ficará assim:

Agora, com isso, chegamos ao fim deste Tutorial de Ruby on Rails. Espero que tenham gostado deste artigo e tenham entendido como usar a estrutura Ruby on Rails para aplicativos da web. Então, se você leu isso, você não é mais um novato em Ruby on Rails. Experimente estes exemplos e deixe-me saber se você está enfrentando algum desafio ao implantar o código.

Agora que você aprendeu sobre Ruby on Rails Framework, verifique o deEdureka, uma empresa de aprendizagem online confiável com uma rede de mais de 250.000 alunos satisfeitos espalhados por todo o mundo. Este treinamento de certificação é organizado por profissionais da indústria de acordo com os requisitos e demandas da indústria. Explore sobre as práticas de desenvolvimento web full-stack com 'Ruby on Rails' para construir aplicativos altamente escaláveis ​​em um período de tempo mais curto em comparação com suas contrapartes usando conceitos como MVC, Gems, Action View, Action Controller, Active Record & Deployment e Web Application Projects. uma pergunta para nós? Mencione isso na seção de comentários do “Tutorial de Ruby on Rails” e entraremos em contato com você.